10 Dicas de Como tratar uma acompanhante?

10 Dicas de Como tratar uma acompanhante?

ANÚNCIO

Postagem escrita em 20/02/2024

Ainda existem muitos tabus sobre a contratação de uma acompanhante e sobre como se portar quando contrata uma moça que trabalha para te dar prazer. Por isso, fizemos esse texto para te ajudar a sanar as suas dúvidas de como tratar uma acompanhante.

Não precisaria nem entrar no mérito de que uma acompanhante (ou garota de programa) é um ser humano como outro qualquer e que tratá-la o respeito e a educação que ela merece não são mais que obrigações, não é mesmo? Mas esse é um ponto que também merece destaque.

Além disso traremos mais dicas de como tratar uma acompanhante, para que o seu encontro seja um sucesso e possa até se repetir (de forma bem prazerosa) por muitas vezes!

Como tratar uma acompanhante? Melhores dicas!

1 – Preservativo sempre!

E isso vale para a segurança da sua saúde e para a saúde da moça. Você não sabe do histórico sexual dela, se, de repente, ela tem uma DST que nem ela mesma sabe e pode te transmitir. Do mesmo jeito que ela não sabe do seu e não vai confiar em você.

Por isso, nem tente fazer o sexo sem preservativo. Qualquer truque ou desculpa que você tentar usar irá acabar com o seu encontro e com a possibilidade de próximos encontros. E, se ela propuser que façam sem camisinha, peça para usar. É pelo bem dos dois.

2 – Respeito é bom e todo mundo gosta!

Não é porque a moça tem o sexo como trabalho que isso faz dela uma pessoa menos digna ou pior do que você. Menos ainda que ela vai fazer tudo o que você mandar. A respeite como você respeitaria qualquer pessoa que está prestando um serviço de qualidade para você.

3 – Nada de paixonites ou romance

As mulheres acompanhantes são profissionais que estão desempenhando um papel com o intuito de te satisfazer. Elas podem realizar as suas fantasias e fazer o que quer que vocês tenham combinado previamente.

Mas isso não quer dizer que elas possam vir a se apaixonar por você, então não se deixe levar por paixonites. Lembre-se de que é tudo fantasia e se vocês estivessem juntos na vida real, é bem provável que não seria assim.

Evite se deixar levar por sentimentos para não se frustrar. As acompanhantes têm a própria vida sentimental à parte do trabalho.

4 – Nada de reembolso

Sabe quando vocês combinaram uma hora de sexo e você gozou em 10 minutos? E agora você está satisfeito, quer ir embora logo, mas não quer pagar por 1h e sim por 10 minutos? Não faça isso, não peça reembolso por conta do seu timing. Isso não é jeito de tratar uma acompanhante.

Tenha certeza de que ela está lá disposta para os outros 50 minutos de sexo ou o que mais você quiser (dentro dos limites, claro!). Ou então vá embora sem pedir o reembolso e sem se sentir lesado por isso.

A única situação na qual você pode se arrepender e pedir o dinheiro de volta é antes de começar os trabalhos (leia-se: antes de se tocar intimamente ou tirar a roupa).

5 – Nada de pechincha

Sério, a pessoa está ali te entregando o corpo dela, o melhor desempenho que ela tem e você pedindo para ela abaixar o preço? Nem pense nisso! Uma das regras de como tratar uma acompanhante é aceitar o valor proposto por ela. Se ela aceitar por menos, saiba que a performance não será a mesma do valor integral.

6 – Respeite os limites

Se a acompanhante combinou com você um valor pelos serviços que ela presta, não tente oferecer um valor a mais para que ela ultrapasse algum limite com você. Se ela tem algum serviço extra para oferecer, ela te falará previamente. Nem tente insistir em algo que ela não queira.

7 – Higiene

Esse fator é essencial para que o seu encontro seja um sucesso. Ela não vai querer te tocar se você estiver sujo ou com cheiro ruim e tem todo o direito de te pedir para tomar um banho caso ela se sinta incomodada.

8 – Trapaças

Nem pense em pagar a acompanhante com algum valor faltando. Ela vai contar o dinheiro na sua frente, assim que receber. Se você tentar trapacear e não pagar o valor total, ela pode cancelar o encontro.

9 – Ofereça as informações essenciais sobre você

É cardíaco? Toma algum remédio? Tem mais de 65 anos? Fez o uso de Viagra, Cialis ou alguma outra droga? Informe isso a acompanhante por questões de segurança. Imagina só se você passa mal em decorrência de alguma dessas situações. Será muito mais fácil para ela te socorrer se tiver alguma informação prévia.

10 – Trate-a com educação e cavalheirismo

Não há jeito melhor de como tratar uma acompanhante. E tenha certeza de que ela irá retribuir. Não há nada pior do que lidar com clientes estúpidos ou que querem ser agressivos ou violentos. Isso é motivo para terminar logo o encontro e nunca mais o repetir. Não ache que, por estar pagando, pode fazer tudo o que quiser.

Gostou? Então compartilhe!