O que pode acabar com o desejo sexual de um casal?

O que pode acabar com o desejo sexual de um casal?

ANÚNCIO

Postagem escrita em 15/02/2024

Não adianta tentar dizer o contrário: o sexo é parte muito importante de qualquer relacionamento amoroso. Obviamente, um bom relacionamento é construído com base em um conjunto de fatores. E o sexo é um deles. Mas, para que o sexo esteja presente, é essencial que exista o desejo sexual.

E acontece que muitos casais cometem erros que vão acabando com esse desejo aos poucos. Conforme isso acontece, a vontade de transar vai diminuindo e o relacionamento vai ficando cada vez mais sem graça. Você não quer ver isso acontecer na sua relação, não é mesmo?

É exatamente por esse motivo que nós fizemos esse texto: para que você consiga manter a chama do desejo sexual sempre acesa. Para tal, vamos apresentar a seguir quais são as atitudes que mandam a vontade de transar para o espaço. Assim, você pode evitá-las. Continue a leitura para entender melhor!

O que pode acabar com o desejo sexual de um casal

1 – Deixar de lado os beijos na boca e as preliminares

Além disso, já abordamos, por diversas vezes, o quanto as preliminares são importantes quando se trata das relações sexuais.

Por isso, nunca deixe nenhum desses hábitos de lado! Quanto mais você e o seu parceiro (ou parceira) mantém a prática de trocar bons beijos na boca, mais quente o relacionamento permanece.

Com relação às preliminares, cabe lembrar que o sexo não é só penetração. É beijo na boca, troca de carícias, masturbação, sexo oral... Assim, você pode perceber o quanto as preliminares e os beijos estão interligados.

Por isso, nunca deixe de beijar na boca (sim, aqueles beijos deliciosos de língua) e de praticar as preliminares. São eles que mantém a chama do desejo sexual acesa o tempo todo!

2 – Muitas brigas e problemas de comunicação

Brigas acontecem entre os casais. Falhas na comunicação, também. O grande problema se encontra quando esses problemas se tornam frequentes, fazendo parte do dia a dia do casal. Esse é outro fator que contribui muito para que o desejo sexual vá embora.

Afinal, imagine só que você e o seu parceiro estão constantemente chateados um com o outro. Fica difícil que vocês tenham um momento de paz, no qual queiram se entregar a uma boa noite (ou tarde, ou manhã) de sexo.

Por isso, repensem bem quais são os motivos das brigas de vocês e procurem se comunicar melhor. Não há nada que uma boa conversa não resolva.

3 – Ansiedade

Não importa qual seja o motivo, todos nós já sofremos ou vamos sofrer com ansiedade em algum momento da vida. Pode ser por conta do trabalho, da família, da situação financeira ou até mesmo da sua relação amorosa. A ansiedade acontece.

Porém, ela se torna muito difícil a partir do momento em que começa a atrapalhar as situações do presente da sua vida. E uma dessas situações é o sexo. Afinal, a ansiedade te atrapalha a ter foco no “aqui e agora”.

Por isso, se você e/ ou o seu parceiro sofrem com ansiedade, busquem um tratamento adequado para isso. Um bom profissional de saúde mental pode ajudar vocês a se libertarem das preocupações excessivas e voltarem a se concentrar no presente.

4 – Dores ao longo das relações sexuais

O nosso cérebro é treinado para nos proteger de todas as maneiras possíveis. É por esse motivo que, todas as vezes que nós sentimos dor, ele tenta, de alguma maneira, parar essa dor. Ou evitá-la futuramente.

Pense bem: imagine que, por distração, você esbarrou em uma panela quente no seu fogão e queimou o braço. Primeiramente, a sua reação instantânea é desencostar o braço da panela. E, posteriormente, é passar a ter mais cuidado para não se queimar novamente.

Isso acontece porque o seu cérebro está te protegendo da dor. O mesmo acontece se você sentir alguma dor ou desconforto na relação sexual. A primeira reação do cérebro será contrair mais a musculatura da vagina, a fim de evitar a dor.

Porém, isso pode fazer com que a dor e o desconforto piorem mais ainda. E, além disso, no longo prazo, a tendência será uma diminuição no desejo sexual, a fim de evitar a exposição às situações que podem causar dor.

Para que você consiga resolver isso, é essencial buscar o auxílio de um profissional de saúde. Assim, você conseguirá entender qual é a causa da sua dor na relação sexual. Tratando isso, lembrem-se de caprichar nas preliminares e no relaxamento na hora de transar.

5 – O desejo sexual diminui quando o relacionamento não é mais prioridade

Muitos casais que estão juntos há muito tempo sofrem com uma diminuição no desejo sexual sem entender os motivos pelos quais isso acontece. Mas, ao analisarem a própria vida, percebem que o relacionamento deixou de ser prioridade.

Se isso está acontecendo com você, repense a sua relação. Proponha ao seu parceiro (ou parceira) que vocês tenham mais momentos a dois, de maneira que possam se redescobrir enquanto casal. Dessa maneira, o desejo sexual entre vocês aumentará novamente.

Gostou? Então compartilhe!