O pornô é bom ou ruim para a sociedade?

O pornô é bom ou ruim para a sociedade?

ANÚNCIO

Postagem escrita em 16/05/2023

Existem várias discussões sobre se o pornô é bom ou ruim para a sociedade. Por um lado, a indústria é muito criticada pela forma como trata as mulheres, por outro, também ajuda outras a descobrirem sua sexualidade.

Os filmes adultos também costumam reforçar estereótipos como o homem bem dotado e a mulher que sempre tem um squirt.  Entretanto, com a nova diversidade de categorias e tipos de vídeos pornográficos, mais pessoas estão reconhecendo seus fetiches e aprendendo uma nova forma de viver sua sexualidade. Sendo assim, o pornô é bom ou ruim? Podemos colocá-lo em apenas uma dessas caixinhas?

Vamos falar sobre a indústria pornográfica, seus problemas e também a forma de aproveitar o pornô de forma positiva na sua vida.

O pornô é bom ou ruim? Os males da indústria pornográfica

indústria pornográfica é muito criticada pela forma como trata as profissionais que atuam nela. Por isso, muitas pessoas escolhem o pior lado quando se trata de decidir se o pornô é bom ou ruim. Atualmente, diversas empresas tentam criar estratégias para que isso pare de acontecer. E assim as mulheres que trabalham com filmes adultos sejam tratadas com respeito durante a gravação de filmes pornô e também fora das telas.

Além disso, há empresas especializadas em pornô para mulheres. Essas empresas, além de ter um carinho especial com quem atua, também produzem um tipo de pornô mais romântico, com mais sexo oral nelas e outras atividades que são as preferidas delas.

Outro problema da indústria pornográfica é o vício. Uma parcela dos consumidores de pornô acabam se viciando. Algumas pessoas consomem tanto pornô que param de se interessar por sexo real, ou esperam que sua vida sexual seja um filme. Isso, é claro, gera grandes impactos como frustração e expectativas muito altas na parceira.

Por fim, pesquisas apontam o malefício de estereótipos que são reforçados na pornografia. Como por exemplo a imagem do sexo muito diferente do real, e generalizações: uma ideia de que toda mulher gosta de sexo violento ou de que todo homem gosta de fazer sexo anal.

 

O pornô pode ser bom dependendo da forma que é consumido

Entretanto, como citamos na introdução desse texto, o pornô pode ser a porta de entrada para conhecer a sexualidade. Em uma sociedade como a nossa, na qual o corpo do sexo oposto ainda é tabu, os filmes também são uma forma de aprender sobre o outro e diminuir as inseguranças de começar a se relacionar com alguém.

Com a diversificação de categorias e tipos, pessoas podem se aventurar pelo mundo do pornô e descobrir que tipo de fetiche lhe atrai, que tipo de corpo, se gosta mais de um sexo carinhoso ou hardcore. O consumo do pornô costuma acontecer em espaços privados, por isso, as pessoas podem experimentar a sexualidade sem se sentirem culpadas ou julgadas.

Dessa forma, no jogo “pornô é bom ou ruim?” ninguém pode negar que os filmes adultos tem um papel importante sim na sociedade e classificá-lo como positivo ou negativo depende dos olhos de quem vê.

Gostou? Então compartilhe!



CLIQUE AQUI
para entrar em contato
e tirar suas dúvidas
com GPLUXURIA